Crítica & Tusquets: Conheça os selos da Editora Planeta

Fomos convidados pela Editora Planeta de Livros para participar de uma tarde de conversas que aconteceu no dia 19/12, onde conhecemos um pouco mais sobre os selos Crítica e Tusquets, de muito prestígio na Espanha, criados por lá em meados dos anos 70 e trazidos para o Brasil em 2016, para agradar os leitores mais exigentes.

O Crítica é um selo histórico e científico, reconhecido por buscar títulos de qualidade para seu público. Com edições de encher os olhos, é fácil notar que os títulos que compõem o catálogo do Crítica são tratados com muito respeito e carinho durante o processo de editoração, revisão, tradução e diagramação. São livros de alta qualidade para quem busca conhecimento de alta qualidade.

Um dos destaques de nossa conversa foi o lançamento O Destino de uma Nação, de Anthony McCarten, que relata a tensão do período em que a Inglaterra teve que decidir entre um acordo de paz com Hitler ou enfrentá-lo na guerra. Aposta de todas as Planetas pelo mundo, a compra do título foi uma grande conquista!

O livro, que também virou filme com roteiro do próprio autor (que também é o roteirista de A Teoria de Tudo), é composto pelos discursos mais conhecidos de Churchill e trechos de seu diário, e é repleto de diálogos e citações do período. McCarter foi elogiado pelo museu e arquivos da 2ªguerra pela propriedade de seus estudos, e por ter recuperado o pré-guerra, e seu início.

Tanto o livro quanto o filme prometem nos trazer uma história contada fielmente e, mesmo que já sabemos o que aconteceu, conheceremos o que poderia ter acontecido, e como as coisas aconteceram, como escolhas foram feitas, decisões foram tomadas e suas consequências. É um “thriller de guerra” para os fãs fiéis da literatura histórica.

Entre os lançamentos anunciados para o ano de 2018 do selo crítica, os que mais me chamaram a atenção foram a biografia de Nietzsche e o Viagem ao Centro da Mente.

Em seguida, conhecemos o pessoal que cuida do selo Tusquets, o selo de ficção literária da editora. Assim como o Crítica, o Tusquets também busca grande qualidade entre seus títulos e autores, procurando sempre por diversidade, pluralidade de autores, nações e temas entre seu catálogo. Suas edições, que seguem uma identidade visual que as caracteriza como “coleção”, também passam por um processo muito cuidadoso, onde preocupam-se muito em entregar uma tradução, diagramação e arte de qualidade para os leitores.

Mas não pense que é aquela literatura gourmet chata e difícil. O Tusquets traz livros dinâmicos, com histórias e formatos interessantes, que atiçam a curiosidade dos leitores que buscam por algo diferente do raso que estamos acostumados – novamente, literatura de qualidade para leitores que buscam qualidade. Eu mesma, que conheci o selo ali, fiquei encantada com os títulos, a delicadeza dos temas, e a força com que são tratados. Vários entraram para minha lista de leitura!

Um deles foi o próximo lançamento do selo, Canção de Ninar, da autora marroquina Leïla Slimani, ganhadora do Prêmio Goncourt. Deixaram-nos intrigados apenas com a apresentação da sinopse, e nos ganharam completamente só com a primeira frase do livro! E, para nossa sorte, ganhamos a prova do livro, que vai ser lançado em janeiro. A leitura promete ser rápida, daquelas que não largamos até terminar.

Canção de Ninar é um thriller feminista que trata de temas como os papeis sociais das mulheres e as relações entre elas, de forma inteligente e politizada. E a melhor parte de tudo: em todo o processo do livro, em todos os países em que é lançado, apenas mulheres participam! Incrível, não é?! Assim que lê-lo, trarei mais detalhes sobre o livro para apresentá-lo à vocês!

Também recebemos o primeiro capítulo de um dos próximos lançamentos do selo, que já foi polêmico em vários países, recebendo diversos elogios e críticas pela caracterização de seus personagens, que expõe o conservadorismo francês ao tratar da temática LGBT. O lançamento foi previsto para março, e esperamos poder trazer mais detalhes em breve.

Outro anúncio foi um livro do criador de Mad-Men, Matthew Weiner, que acredito ser “Heather, the Totality”. A história trata de uma família, a relação dos pais com sua filha… misteriosa. Lançado em novembro nos Estados Unidos e que será a grande aposta da editora para o primeiro semestre de 2018.

Obrigada pelo convite, Planeta! Foi uma tarde pra lá de agradável e inspiradora, conhecer o pessoal da editora e os outros blogs parceiros foi uma experiência que guardarei com muito carinho! Apesar da timidez, fizeram com que eu me sentisse muito bem. É como uma das frases de meu livro favorito diz:

“…Já vi gente do cinema de férias e já vi gente da música, e gente de jornal também. Não tem ninguém no mundo como o pessoal dos livros. É negócio de cavalheiros e damas. (…) Livrarias atraem o tipo certo de gente.” – A Vida do Livreiro A. J. Fikry

Ah, e é claro que não poderíamos deixar de compartilhar com vocês alguns dos mimos que ganhamos por lá! ;) Sortearemos um dos livros abaixo, do selo Crítica! Fiquem ligados em nossas redes sociais.

tusquets_03

 

Nerd: Evelyn Trippo

I just have a lot of feelings, e urgência em expressá-los. Aspirante à escritora e estudante deslumbrada de Letras - Tradução. Pára-raio de nerds, exploradora de prateleiras em sebos e uma orgulhosa crazy pet lady.

Share This Post On