O imediatismo e a fragilidade da Modernidade Líquida

“Amor líquido é um amor “até segundo aviso”, o amor a partir do padrão dos bens de consumo: mantenha-os enquanto eles te trouxerem satisfação e os substitua por outros que prometem ainda mais satisfação. O amor com um espectro de eliminação imediata e, assim, também de ansiedade permanente, pairando acima dele. Na sua forma “líquida”, o amor tenta substituir a qualidade por quantidade — mas isso nunca pode ser feito, como seus praticantes mais cedo ou mais tarde acabam percebendo. É bom lembrar que o amor não é um “objeto encontrado”, mas um produto de um longo e muitas vezes difícil esforço e de boa vontade.” (BAUMAN, Zigmunt: entrevista [set. 2010]. Entrevistadora: A. Prado São Paulo: ISTOÉ, 2010.)

Zygmunt Bauman (1925 – 2017), renomado sociólogo polonês e autor de vários best-sellers sobre a reflexão de nossa realidade atual, trabalhou com o termo Modernidade Líquida para definir a era pós-moderna em que se vive, onde relações humanas sofrem constantes transformações devido ao rápido avanço da tecnologia e do capitalismo, mudando não somente a forma como interagimos uns com os outros, mas também com o mundo ao nosso redor.

Para muitos, assim como Bauman, essas transformações possuem um grande efeito negativo que alienam o indivíduo e tornam suas relações superficiais. É fácil concordar com o pensamento de que redes sociais criam um contraste com os laços humanos ao analisar as consequências na sociabilidade. Ao mesmo tempo em que a tecnologia prega a proximidade, também distancia, muitas vezes não oferecendo amizades afetivas reais, como no Facebook, em que muitas pessoas possuem centenas de amigos para compartilhas opiniões e “likes” online, mas poucos para se conectar pessoalmente. Além disso, os seres humanos tornaram-se imediatos, deixando de lado a espontaneidade para cobrar e serem cobrados por instantaneidade. É preciso estar sempre disponível, conectado, informado e informando.

Não se pode, porém, negar a importância desses avanços e as facilidades que proporcionam em atividades do dia a dia, oferecendo soluções práticas para tarefas antes demoradas. A rápida propagação de ideias e a comodidade da comunicação imediata trazem ganho de tempo em uma sociedade em que isso se torna cada vez mais raro.

modernidade_liquida_01

É importante encontrar o equilíbrio em manter essas relações, pois ao mesmo tempo em que o exagero pode causar problemas, o isolamento de tais tecnologias pode prejudicar a interação do homem com o mundo contemporâneo. Precisa-se encarar que estar conectado é a nova realidade e, mais do que isso, uma necessidade.

Tendo em vista as considerações, não se pode culpar apenas a tecnologia, pois cada época possui seus próprios artifícios para interferir nos relacionamentos humanos. Já culparam as distâncias antes intransponíveis, os jornais, a televisão. Relacionar-se sempre foi uma tarefa difícil, independente do meio usado. Seja qual for a forma de se expressar e comunicar, esse drama humano continuará a existir.

 

Nerd: Evelyn Trippo

I just have a lot of feelings, e urgência em expressá-los. Aspirante à escritora e estudante deslumbrada de Letras - Tradução. Pára-raio de nerds, exploradora de prateleiras em sebos e uma orgulhosa crazy pet lady.

Share This Post On